«Este primeiro festival de Canções para a Paz abre caminho a muitos mais, não só em Portugal, mas em todo o mundo. Dostoiévski disse que a arte salvará o mundo e acredito que a música e o canto têm um papel muito importante em tudo isso. Obrigado pelo vosso empenho».